Picciani diz que Eduardo Paes vai disputar governo do Rio pelo PMDB

De volta ao comando da Assembleia Legislativa do Rio após o tratamento de um câncer, Jorge Picciani diz que ex-prefeito do Rio será candidado peemedebista ao governo do Estado; "Paes será o nosso candidato a governador no ano que vem. Ele esteve comigo, com a Cristiane Brasil (PTB) e o Francisco Dornelles (PP). Disse que, até o final de fevereiro, se desliga da empresa chinesa onde trabalha como consultor e, em março, já estará à disposição", afirmou

Joge Picciani e Eduardo Paes
Joge Picciani e Eduardo Paes (Foto: Giuliana Miranda)

Rio 247 - Considerado a força política mais importante do Rio de Janeiro na última década, o deputado estadual Jorge Picciani (PMDB) está de volta ao comando da Assembleia Legislativa fluminense com uma agenda: após três meses afastado para o tratamento de um câncer na bexiga, chegou a hora de começar a mover as peças do complicado tabuleiro eleitoral que se desenha para as disputas pelo governo do estado e o Palácio do Planalto no ano que vem.

Em entrevista a VEJA, Picciani lança o ex-prefeito Eduardo Paes para a eleição do Rio e diz que seu alinhamento nacional preferido seria com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). Ele admite ainda que a administração do aliado Luiz Fernando Pezão está perdendo a guerra contra o crime: “O governo é fraco, lento, e o secretário de segurança um filósofo”.

As informações são de reportagem de Thiago Prado.

"Paes será o nosso candidato a governador no ano que vem. Ele esteve comigo, com a Cristiane Brasil (PTB) e o Francisco Dornelles (PP). Disse que, até o final de fevereiro, se desliga da empresa chinesa onde trabalha como consultor e, em março, já estará à disposição", afirmou.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247