PM reforça efetivo para manifestações no Rio

A Polícia Militar do Rio de Janeiro reforçou o policiamento na orla de Copacabana, zona sul da cidade, onde estão previstas durante a manhã e a tarde de hoje (12) várias manifestações populares, cuja concentração será no Posto 5, na Avenida Atlântica; estarão atuando no local 400 PMs; as primeiras manifestações visam apoiar a PEC 171/93, que defende a redução da maioridade penal, além da punição dos corruptos e a luta por um Brasil melhor

A Polícia Militar do Rio de Janeiro reforçou o policiamento na orla de Copacabana, zona sul da cidade, onde estão previstas durante a manhã e a tarde de hoje (12) várias manifestações populares, cuja concentração será no Posto 5, na Avenida Atlântica; estarão atuando no local 400 PMs; as primeiras manifestações visam apoiar a PEC 171/93, que defende a redução da maioridade penal, além da punição dos corruptos e a luta por um Brasil melhor
A Polícia Militar do Rio de Janeiro reforçou o policiamento na orla de Copacabana, zona sul da cidade, onde estão previstas durante a manhã e a tarde de hoje (12) várias manifestações populares, cuja concentração será no Posto 5, na Avenida Atlântica; estarão atuando no local 400 PMs; as primeiras manifestações visam apoiar a PEC 171/93, que defende a redução da maioridade penal, além da punição dos corruptos e a luta por um Brasil melhor (Foto: Romulo Faro)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil

A Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) já reforçou todo o policiamento na orla de Copacabana, zona sul da cidade, onde estão previstas durante a manhã e a tarde de hoje (12) várias manifestações populares, cuja concentração será no Posto 5, na Avenida Atlântica. Estarão atuando no local 400 PMs.

As primeiras manifestações visam apoiar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 171/93, que defende a redução da maioridade penal, além da punição dos corruptos e a luta por um Brasil melhor.

A maior passeata, porém, é aguardada para o início da tarde, organizada pelo Movimento Brasil Livre, que defende o impeachment da presidenta Dilma Rousseff.

De acordo com dados da PMERJ, a segurança do Rio de Janeiro ganhou o reforço de 1,4 mil novos policiais militares no primeiro trimestre deste ano. Os soldados passaram por capacitação no Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap), em Sulacap, zona oeste da capital fluminense. Os soldados se somaram ao efetivo de 48 mil homens, que integram a Polícia Militar no estado.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247