Polícia detém 92 por furtos na zona sul do Rio

A Polícia Civil informou que guardas municipais conduziram 92 pessoas à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na Cidade da Polícia, unidade hoje responsável pela apreciação de ocorrências envolvendo multidões; de acordo com a unidade, foram levados 78 adolescentes, quatro crianças e 10 maiores de idade; segundo guardas municipais e PMs, as pessoas teriam feito "furtos em sequência" na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das vias mais importante do bairro

A Polícia Civil informou que guardas municipais conduziram 92 pessoas à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na Cidade da Polícia, unidade hoje responsável pela apreciação de ocorrências envolvendo multidões; de acordo com a unidade, foram levados 78 adolescentes, quatro crianças e 10 maiores de idade; segundo guardas municipais e PMs, as pessoas teriam feito "furtos em sequência" na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das vias mais importante do bairro
A Polícia Civil informou que guardas municipais conduziram 92 pessoas à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na Cidade da Polícia, unidade hoje responsável pela apreciação de ocorrências envolvendo multidões; de acordo com a unidade, foram levados 78 adolescentes, quatro crianças e 10 maiores de idade; segundo guardas municipais e PMs, as pessoas teriam feito "furtos em sequência" na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das vias mais importante do bairro (Foto: Leonardo Lucena)

Da Agência Brasil

A Polícia Civil informou que, no início da noite de quarta-feira (14), guardas municipais conduziram 92 pessoas à Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), na Cidade da Polícia, unidade hoje responsável pela apreciação de ocorrências envolvendo multidões. De acordo com a unidade, foram levados 78 adolescentes, 4 crianças e 10 maiores de idade.

Segundo informações de guardas municipais e policiais militares que estavam na área, as pessoas teriam feito "furtos em sequência" na Avenida Nossa Senhora de Copacabana, uma das vias mais importante do bairro. Segundo a polícia, o Conselho Tutelar foi imediatamente acionado, assim como a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, para garantir a assistência necessária às crianças e adolescentes envolvidas no episódio.

A Polícia Militar encaminhou à delegacia uma das vítimas, que reconheceu um adolescente como um dos autores do crime de furto sofrido pela mesma. De acordo com a vítima, no momento do ato, o adolescente reconhecido agia em companhia de outros cinco adolescentes, ainda não identificados. Com base nas provas reunidas, o delegado determinou a lavratura de Auto de Apreensão de Adolescente pela Prática de Ato Infracional.

Os outros conduzidos estão sendo identificados e ouvidos sobre o caso. A polícia destacou a importância do comparecimento das demais vítimas à delegacia. Até o momento, apenas uma vítima se dispôs a cooperar com o trabalho da Polícia Judiciária e procurou a unidade. A ocorrência ainda está em andamento.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247