Polícia do Rio encontra esconderijo de ‘Fat Family’

A polícia encontrou o local que teria servido de esconderijo para o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, resgatado do Hospital Souza Aguiar; na casa, que fica na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, os policiais encontraram medicamentos e materiais para curativos; três pessoas morreram e cinco foram presas durante a ação, mas Fat Family deixou o local antes da chegada dos policiais

A polícia encontrou o local que teria servido de esconderijo para o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, resgatado do Hospital Souza Aguiar; na casa, que fica na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, os policiais encontraram medicamentos e materiais para curativos; três pessoas morreram e cinco foram presas durante a ação, mas Fat Family deixou o local antes da chegada dos policiais
A polícia encontrou o local que teria servido de esconderijo para o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, resgatado do Hospital Souza Aguiar; na casa, que fica na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, os policiais encontraram medicamentos e materiais para curativos; três pessoas morreram e cinco foram presas durante a ação, mas Fat Family deixou o local antes da chegada dos policiais (Foto: Leonardo Lucena)

Rio 247 - A polícia encontrou na manhã desta sexta-feira (24) o local que teria servido de esconderijo para o traficante Nicolas Labre Pereira de Jesus, o Fat Family, resgatado do Hospital Souza Aguiar no domingo (17). Na casa, que fica na Favela Nova Holanda, no Complexo da Maré, na zona norte do Rio de Janeiro, os policiais encontraram medicamentos e materiais para curativos. Três pessoas morreram e cinco foram presas durante a ação, mas Fat Family deixou o local antes da chegada dos policiais.

Cerca de 25 criminosos retiraram o traficante do Souza Aguiar na madrugada de domingo. Na saída do hospital, houve troca de tiros. Um policial militar e um técnico de enfermagem foram baleados. O vigilante Ronaldo Luiz Marriel de Souza, que chegava ao Souza Aguiar para ser atendido, morreu no local após ser atingido.

Durante a semana, houve operações de 22 batalhões da Polícia Militar em busca de Fat Family e dos homens que participaram do seu resgate.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247