Polícia identifica mais um lote de cerveja Belorizontina contaminado

A Polícia Civil informou que a bebida contém as substâncias dietilenoglicol e monoetilenoglicol. Há investigação para apurar se um ex-funcionário sabotou a empresa

Cerveja Belorizontina
Cerveja Belorizontina (Foto: Reprodução)

247 - A Polícia Civil informou nesta segunda-feira (13) que mais um lote, o L2 1354, da cerveja Belorizontina está contaminado pelas substâncias dietilenoglicol e monoetilenoglicol. Ambas são utilizadas para evitar o congelamento de serpentinas em indústrias cervejeiras.

A polícia investiga se um ex-funcionário sabotou a empresa com a contaminação do produto. “Não posso afirmar se foi sabotagem ou se foi erro.”, disse Flávio Grossi Delegado titular do inquérito em coletiva de imprensa.

A cerveja contaminada já causou síndrome nefroneural em onze pessoas.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247