Polícia identifica um dos assassinos de coronel da PM

Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que já foi identificado um dos autores da sequência de tiros contra o carro onde estava o coronel Luiz Gustavo Teixeira, comandante do 3° Batalhão da Polícia Militar, no bairro do Méier, zona norte do Rio; ontem, o carro do coronel Teixeira, que estava descaracterizado, foi atingido quando passava pela Rua Hermengarda; oficial viajava no banco do carona e chegou a ser levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos; Complexo do Lins foi ocupado pelas forças de segurança em busca dos assassinos

Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que já foi identificado um dos autores da sequência de tiros contra o carro onde estava o coronel Luiz Gustavo Teixeira, comandante do 3° Batalhão da Polícia Militar, no bairro do Méier, zona norte do Rio; ontem, o carro do coronel Teixeira, que estava descaracterizado, foi atingido quando passava pela Rua Hermengarda; oficial viajava no banco do carona e chegou a ser levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos; Complexo do Lins foi ocupado pelas forças de segurança em busca dos assassinos
Polícia Civil do Rio de Janeiro informou que já foi identificado um dos autores da sequência de tiros contra o carro onde estava o coronel Luiz Gustavo Teixeira, comandante do 3° Batalhão da Polícia Militar, no bairro do Méier, zona norte do Rio; ontem, o carro do coronel Teixeira, que estava descaracterizado, foi atingido quando passava pela Rua Hermengarda; oficial viajava no banco do carona e chegou a ser levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos; Complexo do Lins foi ocupado pelas forças de segurança em busca dos assassinos (Foto: Paulo Emílio)

Akemi Nitahara; repórter da Agência Brasil - A Polícia Civil do Rio de Janeiro informou nesta sexta-feira (27) que já foi identificado um dos autores da sequência de tiros contra o carro onde estava o coronel Luiz Gustavo Teixeira, comandante do 3° Batalhão da Polícia Militar, no bairro do Méier, zona norte do Rio.

Ontem, o carro do coronel Teixeira, que estava descaracterizado, foi atingido quando passava pela Rua Hermengarda. O coronel viajava no banco do carona e chegou a ser levado para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, mas não resistiu aos ferimentos.

Ontem mesmo o Complexo do Lins foi ocupado pelas forças de segurança em busca dos assassinos e o disque-denúncia ofereceu recompensa de R$ 5 mil por informações sobre os autores do crime.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247