Projeto de Bruno Covas pode criar supersalários em SP

Os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo aprovaram um projeto de lei proposta pela gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) que muda indenizações e gratificações pagas a algumas categorias de servidores municipais; Na prática a medida possibilita o pagamento de supersalários por parte do Executivo, ou seja, vencimentos superiores ao teto municipal, que é o salário do prefeito (R$ 24 mil)

247 - Os vereadores da Câmara Municipal de São Paulo aprovaram nesta quarta-feira (26) um projeto de lei proposta pela gestão do prefeito Bruno Covas (PSDB) que muda indenizações e gratificações pagas a algumas categorias de servidores municipais. Na prática a medida possibilita o pagamento de supersalários por parte do Executivo, ou seja, vencimentos superiores ao teto municipal, que é o salário do prefeito (R$ 24 mil).

O projeto foi apelidado de "bolsa luxo" e "vergonha" ao longo da sessão. Ele segue agora para sanção do prefeito.

De acordo com um dos artigos, o Procurador-Geral do Municípiofica autorizado a requisitar quaisquer servidores como assistentes técnicos em ações judiciais, sendo estes remunerados com o valor de 50% do montante fixado para o perito judicial na mesma ação. O limite do valor é a metade da remuneração de um secretário municipal, ou seja, cerca de R$ 9,5 mil por ação.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247