Prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes sanciona lei que torna igreja atividade essencial

A lei impede que as igrejas sejam fechadas durante a pandemia ou “outro caso de crises oriundas de moléstias contagiosas e catástrofes naturais”

Ricardo Nunes
Ricardo Nunes (Foto: Marcelo Pereira/Secom)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), sancionou neste sábado (25) um projeto de lei que torna as atividades religiosas serviços essenciais.

A lei, de autoria do vereador Rinaldi Digilio (PSL), impede que as igrejas sejam fechadas durante a pandemia ou “outro caso de crises oriundas de moléstias contagiosas e catástrofes naturais”.

Um decreto no mesmo sentido já havia sido assinado em março de 2021 pelo governador de São Paulo, João Doria (PSDB).

PUBLICIDADE

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email