Procuradoria Militar denuncia três coronéis da FAB por rombo de R$ 10,4 milhões

A Procuradoria de Justiça Militar em Juiz de Fora (MG) denunciou três coronéis da reserva da Aeronáutica e um engenheiro civil por rombo de R$ 10,4 milhões, sem correção monetária, na construção da sede do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR)

Siga o Brasil 247 no Google News

247 - A Procuradoria de Justiça Militar em Juiz de Fora (MG) denunciou três coronéis da reserva da Aeronáutica e um engenheiro civil por rombo de R$ 10.462.455,92, sem correção monetária, na construção da sede do Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (CIAAR), transferido de Belo Horizonte para Lagoa Santa, entre novembro de 2010 e dezembro de 2011.

Os coronéis denunciados foram Marcelo Marques de Azevedo, Pedro Alcântara de Rezende Júnior e Silvio Antonio de Arruda, além do engenheiro civil Antonio Luiz Carneiro. A informação é do blog do Fausto Macedo

De acordo com a denúncia, os militares falsificavam as notas fiscais ideologicamente falsas, que descreviam a execução de serviços não plenamente realizados. Os três são enquadrados por peculato e violação do dever funcional com o fim de lucro.

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email