PSL entra em nova crise com depósito de R$ 2 milhões feito por direção nacional para candidato a vereador

Um depósito de R$ 2 milhões feito pelo diretório nacional do PSL diretamente na conta de um candidato a vereador na capital paulista provocou uma crise entre a candidata à Prefeitura Joice Hasselmann e a cúpula do partido

Joice Hasselmann, candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSL
Joice Hasselmann, candidata à Prefeitura de São Paulo pelo PSL (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Uma nova crise se instalou no PSL, com o depósito de R$ milhões pela direção nacional na conta de um candidato a vereador. O dinheiro é oriundo do Fundo Especial de Financiamento de Campanha. A candidata a prefeita Joice Hasselmann se contrariou com a cúpula partidária.

A verba foi destinada ao candidato Abou Anni Filho, filho do deputado federal Paulo Sérgio Abou Anni (PSL-SP). Muitos dos demais 83 candidatos a vereador da sigla protestaram. 

A campanha de Joice Hasselmann receberá R$ 5 milhões, mas até o momento apenas R$ 1 milhão caiu na conta do partido. No domingo, os candidatos a vereador da legenda chegaram a articular uma renúncia coletiva em grupos de WhatsApp, mas o movimento foi contido por Joice, informa O Estado de S.Paulo.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email