Público grita 'Fora, Geddel' durante exibição de documentário no Rio

Agora ex-ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima foi alvo de protesto nessa quarta-feira 23, no Rio, durante a exibição do documentário chileno "Espaço modular", que denuncia a construção ilegal de um edifício de luxo em Valparaiso; Geddel foi denunciado por tráfico de influência por tentar liberar uma obra embargada em uma área tombada no centro histórico de Salvador, na Bahia, onde ele tem um imóvel

Brasília - Geddel Vieira recebe o manifesto de apoio ao ministro chefe da secretaria de governo, do deputado André Moura (Valter Campanato/Agência Brasil)
Brasília - Geddel Vieira recebe o manifesto de apoio ao ministro chefe da secretaria de governo, do deputado André Moura (Valter Campanato/Agência Brasil) (Foto: Aquiles Lins)

Rio 247 - O ministro da Secretaria de Governo de Michel Temer, Geddel Vieira Lima, que deixou o cargo nesta sexta-feira, 25, foi alvo de protesto na quarta-feira, 23, no Rio, durante a exibição do documentário "Espaço Modular", do Chile. 

Denunciado pelo ex-ministro da Cultura Marcelo Calero por usar o cargo público para obter vantagem pessoal na liberação da construção de um edifício de alto padrão no centro histórico de Salvador, onde tem apartamento de R$ 2,4 milhões, Geddel Vieira Lima entregou sua carta de demissão nesta manhã (leia mais aqui).

Leia a nota do colunista Ancelmo Gois, do Globo, sobre o protesto no Rio: 

"Fora, Geddel

O pessoal também não deixa por menos. Quarta, na exibição do documentário chileno “Espaço modular”, que denuncia a construção ilegal de um edifício de luxo em Valparaiso, ouviram-se gritos na plateia de “Fora, Geddel”. 

Foi no Archcine, no CCJF, no Rio."

Conheça a TV 247

Mais de Sudeste

Ao vivo na TV 247 Youtube 247