Rovai: abrir São Paulo no auge da pandemia é loucura e covardia

O jornalista Renato Rovai condenou a ação do governo do Estado, em conjunto com prefeitos de São Paulo, que irá flexibilizar a quarentena no momento em que mortes batem recordes. “Governo não consegue aguentar a pressão dos comerciantes e da classe média alta”, disse o jornalista

Renato Rovai e João Doria
Renato Rovai e João Doria (Foto: 247 | GOVSP)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Renato Rovai, em participação no programa Bom dia 247 desta quarta-feira (10), condenou a ação do governo do Estado, em conjunto com prefeitos, que irá flexibilizar a quarentena no momento em que mortes pelo covid-19 batem recordes. “Demonstra uma fragilidade do governo, que não consegue aguentar a pressão dos comerciantes e da classe média alta”, disse o jornalista. 

“É uma loucura e uma covardia ao mesmo tempo. O que esses prefeitos e governador João Doria estão fazendo contradiz todo o discurso que eles fizeram até o momento”, disse ele. 

“Não faz o menor sentido reabrir no auge da pandemia”, acrescentou. 

O jornalista também constatou que o argumento de que  que não tem 100% de ocupações em UTI para reabrir o comércio “é um dado muito frágil”. “Está faltando clareza e objetividade cientifica”, concluiu. 

A Prefeitura de São Paulo autorizou a reabertura das lojas de rua e das imobiliárias da capital paulista a partir desta quarta-feira (10), após assinatura do acordo com os setores de comércio e imobiliário. Os estabelecimentos terão horário de funcionamento reduzido e terão que seguir regras de higiene. 

Inscreva-se na TV 247 e confira: 

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247