Secretário de Segurança de SP, general diz que Exército não participará de golpe contra democracia

O general da reserva João Camilo Pires de Campos, secretário de Segurança de São Paulo, diz ter certeza que militares não embarcarão num projeto golpista. Ele é contrário à participação de militares da ativa em funções de natureza civil nos governos

João Camilo Pires de Campos
João Camilo Pires de Campos (Foto: ALESP | Marcos Corrêa/PR)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Secretário de Segurança do governo João Doria, o general da reserva João Camilo Pires de Campos, ex-chefe do Comando Militar do Sudeste, disse em entrevista a O Estado de S.Paulo ter certeza de que o Exército não vai embarcar em nenhuma aventura: “Não vai. Não vai. É o Exército profissional que todos conhecemos e todos admiramos”. Ele é contrário à participação de militares da ativa em cargos nos governos, como se tornou norma no governo Bolsonaro. 

Estima-se em mais de 6 mil militares em cargos na administração federal, um número sem precedentes na história.

Para coibir o uso indiscriminado de militares nesses cargos, como ocorreu no Ministério da Saúde na gestão do general Eduardo Pazuello, o Congresso discute a adoção da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) apresentada pela deputada Perpétua Almeida (PCdoB-AC), que obriga militares da ativa a passar para a reserva ou deixar o Exército, caso assumam cargos civis no Executivo, a exemplo do que já acontece com magistrados e procuradores. 

PUBLICIDADE

Campos foi para a reserva em maio de 2018. “Vou ser claro. Não vejo inconveniente de o profissional da reserva ser aproveitado na área afim ou que tenha disposição para atuar. Com relação à ativa, os da ativa apenas para aquelas funções que são dedicadas. E se limitem a isso”.

Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email