STJ mantém indisponibilidade de bens de Pezão

O ministro Sergio Kukina, do STJ, não aceitou o pedido de desbloqueio de bens feito pelo governador do Rio, Luiz Fernando Pezão; os bens do governador foram bloqueados pela 1ª Vara Federal de Barra do Piraí, no sul do estado; antes da decisão do STJ, o bloqueio já tinha sido mantido pelo TRF2, em ação de improbidade administrativa

pezao
pezao (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Vitor Abdala - Repórter da Agência Brasil

O ministro Sergio Kukina, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), não aceitou o pedido de desbloqueio de bens feito pelo governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão. Os bens do governador foram bloqueados pela 1ª Vara Federal de Barra do Piraí, no sul do estado.

Antes da decisão do STJ, o bloqueio já tinha sido mantido pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2), em ação de improbidade administrativa.

A ação apura supostos atos de improbidade praticados pelo governador quando ele ocupava o cargo de prefeito de Piraí, entre 1997 e 2001.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247