Subcomandante de UPP é o 20° policial morto no Rio em 2018

O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, na zona oeste do Rio, tenente Guilherme Lopes da Cruz, foi o vigésimo policial a perder a vida de forma violenta no Rio de Janeiro neste ano; oficial foi morto em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, na madrugada de hoje; segundo a Polícia Militar (PM), ele reagiu a uma tentativa de assalto, quando foi abordado por criminosos em uma lanchonete no local, na Estrada do Gabinal

O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, na zona oeste do Rio, tenente Guilherme Lopes da Cruz, foi o vigésimo policial a perder a vida de forma violenta no Rio de Janeiro neste ano; oficial foi morto em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, na madrugada de hoje; segundo a Polícia Militar (PM), ele reagiu a uma tentativa de assalto, quando foi abordado por criminosos em uma lanchonete no local, na Estrada do Gabinal
O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, na zona oeste do Rio, tenente Guilherme Lopes da Cruz, foi o vigésimo policial a perder a vida de forma violenta no Rio de Janeiro neste ano; oficial foi morto em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, na madrugada de hoje; segundo a Polícia Militar (PM), ele reagiu a uma tentativa de assalto, quando foi abordado por criminosos em uma lanchonete no local, na Estrada do Gabinal (Foto: Aquiles Lins)

Agência Brasil - O subcomandante da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Vila Kennedy, na zona oeste do Rio, tenente Guilherme Lopes da Cruz, foi o vigésimo policial a perder a vida de forma violenta no Rio de Janeiro neste ano. O oficial foi morto em Jacarepaguá, na zona oeste da cidade, na madrugada de hoje.

Segundo a Polícia Militar (PM), ele reagiu a uma tentativa de assalto, quando foi abordado por criminosos em uma lanchonete no local, na Estrada do Gabinal.

Antes de ir para a lanchonete, o policial tinha passado na Delegacia de Homicídios, para recuperar a arma do sargento do Exército morto ontem em Campo Grande. O tenente tinha 26 anos e estava na PM há apenas três anos. Dos 20 policiais mortos neste ano, 18 são policiais militares.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247