Valente: Bolsonaro é contestado até por quem o ajudou

"Bolsonaro vive alucinado nas trevas. Essa afirmação foi feita por alguém de esquerda? Não, quem a fez foi Miguel Reale Júnior, autor do pedido de impeachment de Dilma. O delírio reacionário desse governo é contestado até mesmo por quem ajudou Bolsonaro a chegar na presidência", afirmou o deputado Ivan Valente (PSOL-SP)

(Foto: Luis Macedo - Câmara)

247 - O deputado federal Ivan Valente (PSOL-SP) repercutiu a declaração do jurista Miguel Reale Jr., um dos autores da documentação que embasou o impeachment de Dilma Rousseff em 2016. 

"Bolsonaro vive alucinado nas trevas. Essa afirmação foi feita por alguém de esquerda? Não, quem a fez foi Miguel Reale Júnior, autor do pedido de impeachment de Dilma. O delírio reacionário desse governo é contestado até mesmo por quem ajudou Bolsonaro a chegar na presidência", escreveu o parlamentar no Twitter.

De acordo com reportagem do portal UOL, o chefe do Planalto vem atacando "todas as classes que representam uma capacidade crítica". O jurista chama isto de "fascismo cultural".

"O fascismo cultural corta pela rama toda a capacidade de pensamento, de crítica, de divergência. A diversidade desaparece. O lema é este: é proibido pensar, mas é permitido obedecer", afirma o jurista, professor titular de direito penal da Faculdade de Direito da USP (Universidade de São Paulo) e ocupou o cargo de ministro da Justiça durante o governo Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247