Zambelli acredita que Bolsonaro pode ter apoio da esquerda por se 'preocupar com os mais pobres'

A deputada Carla Zambelli (PSL-SP) disse ver "uma possibilidade da parcela da população das pessoas que pensam que são de esquerda virem para o Bolsonaro porque perceberam no presidente uma pessoa preocupada com os mais pobres"

Carla Zambelli e Jair Bolsonaro
Carla Zambelli e Jair Bolsonaro (Foto: ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) disse acreditar na possibilidade de a esquerda apoiar Jair Bolsonaro em uma eventual eleição presidencial contra Sérgio Moro caso o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública dispute o Palácio do Planalto e chegue ao segundo turno contra o seu antigo chefe. 

"Eu vejo sim uma possibilidade da parcela da população das pessoas que pensam que são de esquerda virem para o Bolsonaro porque perceberam no presidente uma pessoa preocupada com os mais pobres. As pessoas vão perceber que o Moro é uma figura difícil de ler. Você não sabe quando está feliz, triste, chateado. A população quer ver uma pessoa que você possa sentir e acho que o Moro é uma pessoa inexpressiva nesse sentido", disse a parlamentar em entrevista à Rádio Jovem Pan.

"O Lula conseguia o voto dessas pessoas porque 9 milhões de famílias eram praticamente chantageadas com terras, assentamentos... Mas sem escritura. Essas famílias agora estão sendo atendidas [na pandemia] pelo Bolsonaro", acrescentou.

A deputada afirmou ver indícios de que o ex-juiz deve concorrer à Presidência da República em 2022, com a impossibilidade de ser ministro do Supremo Tribunal Federal. "Eu achava realmente que a intenção dele era ir para o STF porque ele tem perfil de ministro. Não consigo imaginar Moro em um palanque pedindo votos, mas acho que ele viu que a vaga para o STF era quase impossível de acontecer. O fato de aceitar ser colunista, dar entrevistas, não sair da esfera pública, me dá indícios que ele vai concorrer algum cargo em 2022, possivelmente contra o presidente Bolsonaro", afirmou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247