Zema aumenta salários de policiais e fulmina ajuste fiscal de Bolsonaro

A decisão de Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, de propor aumento dos salários de todas as categorias das polícias civil, militar, bombeiros e agentes penitenciários provocou um efeito cascata fulmina o ajuste fiscal planejado pelo governo federal

Governador Romeu Zema
Governador Romeu Zema (Foto: RENATO COBUCCI/Imprensa MG)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A decisão de Romeu Zema (Novo), governador de Minas Gerais, de propor aumento dos salários de todas as categorias das polícias civil, militar, bombeiros e agentes penitenciários provocou um efeito cascata fulmina o ajuste fiscal planejado pelo governo federal.

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo  destaca que "na véspera do Carnaval, quando as forças das PMs são reforçadas com escala especial de trabalho para fazer a segurança durante o feriado, pipocam no País pressão por reajustes. O movimento ganha força num momento em que muitos Estados ainda não conseguiram sair da crise financeira. Além de Minas Gerais, há novos focos de pressão por reajustes salariais no Ceará, Santa Catarina, Bahia, Espírito Santo, Paraná e Paraíba."

A matéria ainda informa que "o Ministério de Economia entrou em alerta, porque negocia neste momento um novo programa de socorro aos Estados, batizado de “Plano Mansueto”, numa referência ao secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida. O saneamento das finanças estaduais é um dos pontos centrais da política econômica do ministro da Economia, Paulo Guedes."

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247