Boulos: 'o Judiciário interferiu nas eleições com a prisão de Lula'

O pré-candidato à Presidência pelo PSOL, Guilherme Boulos, criticou, durante visita à Vigília Lula Livre em Curitiba, o que qualificou como "politização do judiciário"; "O Judiciário tem lado e tem posição e agora resolveu intervir no processo político e eleitoral", disse; "A prisão do Lula é uma prisão política, que interfere no processo eleitoral", afirmou; assista

boulos
boulos (Foto: Paulo Emílio)

247 - O pré-candidato à Presidência da República pelo PSOL, Guilherme Boulos, criticou, durante um evento realizado na Universidade Federal do Paraná (UFPR), em Curitiba, o que qualificou como "politização do judiciário". "O Judiciário tem lado e tem posição e agora resolveu intervir no processo político e eleitoral", disse em referência à prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"A prisão do Lula é uma prisão política, que interfere no processo eleitoral. Foi uma condenação sem provas, então o tema da defesa da liberdade do Lula é um tema de defesa da democracia. Não é possível falarmos em construção de futuro se a gente não falar do mínimo de democracia no presente", disse Boulos ao jornal O Estado de São Paulo.

Boulos voltou a defender a necessidade de se combater os "privilégios", tanto da classe política como pelo Poder Judiciário, e discutir seriamente problemas como a descriminalização do aborto e das drogas, além da necessidade de promover uma profunda reforma política. "O Brasil é ingovernável nesse sistema", afirmou.

Abaixo, a declaração feita por Boulos em frente à Polícia Federal:

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247