Cancelamento de exposição com críticas a Bolsonaro provoca polêmica em Porto Alegre

A existência de ilustrações críticas ao governo federal, com destaque para uma charge que mostra o presidente Jair Bolsonaro lambendo os sapatos do colega norte-americano Donald Trump enquanto entrega o Brasil em uma bandeja, motivou o cancelamento da mostra

(Foto: Latuff)

247 - Uma exposição de desenhos de humor inaugurada na segunda-feira (2) na Câmara Municipal de Porto Alegre sob o tema da Independência deveria se estender até o dia 19 de setembro, mas acabou durando menos de 24h. A informação é do Portal Zero Hora. 

A existência de ilustrações críticas ao governo federal, com destaque para uma charge que mostra o presidente Jair Bolsonaro lambendo os sapatos do colega norte-americano Donald Trump enquanto entrega o Brasil em uma bandeja, motivou o cancelamento da mostra por parte da presidente da Casa, Mônica Leal (PP). Artistas e vereadores de oposição se queixam de censura, enquanto Mônica sustenta que parte dos desenhos era ofensiva.

Um dos desenhos que despertou mais controvérsia, com a imagem de Bolsonaro submisso a Trump, é de autoria de Latuff. Para o presidente da Grafar, Leandro Bierhals, a decisão de retirar os 36 desenhos do espaço público no final da manhã desta terça (3) foi um ato de censura:

— É censura, sim. Considerar uma obra desrespeitosa é algo subjetivo, mas quem se sente ofendido pode entrar com um processo. O que não pode é cancelar uma exposição. Os artistas vão se reunir ainda na noite desta terça e veremos que medidas tomar — afirma Bierhals, que usa o nome artístico Hals.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247