Copel vai à Assembleia explicar operações

Por sugestão do líder da bancada do PT, deputado estadual Tadeu Veneri, três diretores da Copel participarão da sessão da próxima terça-feira (10), da Assembleia Legislativa, para explicar algumas das decisões da empresa que podem ter impacto no reajuste da tarifa de energia elétrica, solicitado à Aneel; entre as dúvidas de Veneri está a razão de a empresa fazer a emissão de R$ 1 bilhão de debêntures ao mercado, para levantar recursos, ao mesmo tempo em que divulga lucro de R$ 1 bilhão no ano passado e de R$ 583 milhões no primeiro trimestre deste ano

Por sugestão do líder da bancada do PT, deputado estadual Tadeu Veneri, três diretores da Copel participarão da sessão da próxima terça-feira (10), da Assembleia Legislativa, para explicar algumas das decisões da empresa que podem ter impacto no reajuste da tarifa de energia elétrica, solicitado à Aneel; entre as dúvidas de Veneri está a razão de a empresa fazer a emissão de R$ 1 bilhão de debêntures ao mercado, para levantar recursos, ao mesmo tempo em que divulga lucro de R$ 1 bilhão no ano passado e de R$ 583 milhões no primeiro trimestre deste ano
Por sugestão do líder da bancada do PT, deputado estadual Tadeu Veneri, três diretores da Copel participarão da sessão da próxima terça-feira (10), da Assembleia Legislativa, para explicar algumas das decisões da empresa que podem ter impacto no reajuste da tarifa de energia elétrica, solicitado à Aneel; entre as dúvidas de Veneri está a razão de a empresa fazer a emissão de R$ 1 bilhão de debêntures ao mercado, para levantar recursos, ao mesmo tempo em que divulga lucro de R$ 1 bilhão no ano passado e de R$ 583 milhões no primeiro trimestre deste ano (Foto: Leonardo Lucena)

Notícias Paraná - Por sugestão do líder da bancada do PT, deputado estadual Tadeu Veneri, três diretores da Copel participarão da sessão da próxima terça-feira (10), da Assembleia Legislativa, para explicar algumas das decisões da empresa que podem ter impacto no reajuste da tarifa de energia elétrica, solicitado à Agência Nacional de Energia (Aneel).

Entre as dúvidas de Veneri está a razão de a empresa fazer a emissão de R$ 1 bilhão de debêntures ao mercado, para levantar recursos, ao mesmo tempo em que divulga lucro de R$ 1 bilhão no ano passado e de R$ 583 milhões no primeiro trimestre deste ano. Debêntures representam dívidas de uma empresa, que assume o compromisso de devolver, com juros e prazo, um valor pré-determinado pelos papéis.

Veneri quer saber ainda por que a Copel está postulando reajuste, que seria de 30% na tarifa, se os resultados da empresa são tão positivos, como os anunciados. "Nós temos que entender por que a Copel está fazendo essas operações, já que o lucro da empresa teve um crescimento tão expressivo", comentou o deputado.

De acordo com a liderança do governo, estarão na Assembleia Legislativa os diretores de Finanças e Relações com Investidores, Antonio Sergio de Souza Guette, de Desenvolvimento de Negócios, Jonel Iurk, e o diretor presidente da Copel Distribuição, Vlademir Santo Daleffe.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247