Em novo discurso nos EUA, Moro diz que “ninguém está acima da lei”

"O alicerce de nações democráticas é o Estado de Direito, o que significa que todos têm direito à igual proteção da lei. Isso quer dizer que é preciso proteger os mais vulneráveis, mas também que ninguém está acima da lei", declarou Sergio Moro neste domingo 20, em discurso em uma formatura na Universidade de Notre Dame, no Estado de Indiana; a fala, no entanto, não corresponde com as ações do magistrado

moro eua
moro eua (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em um novo discurso feito nos Estados Unidos, desta vez em uma formatura na Universidade de Notre Dame, em Washington, neste domingo 20, Sergio Moro fez declarações que não correspondem com sua prática de juiz da Lava Jato.

"O alicerce de nações democráticas é o Estado de Direito, o que significa que todos têm direito à igual proteção da lei. Isso quer dizer que é preciso proteger os mais vulneráveis, mas também que ninguém está acima da lei", declarou, segundo reportagem da Folha.

Moro, no entanto, rompeu com o Estado de Direito para perseguir e prender o ex-presidente Lula, contra quem não apresentou provas na sentença final, mas mesmo assim mandou prender. Antes, forçou depoimentos e usou da tortura psicológica para conseguir delações, por meio da Operação Lava Jato.

Moro também disse no discurso que o trabalho na Operação Lava Jato — que como lembrou, condenou "ex-governadores, congressistas, um ex-presidente da Câmara e até um ex-presidente" — não tem sido fácil. Ele citou "ameaças, riscos e tentativas de difamação".

Ao vivo na TV 247 Youtube 247