Gleisi: a tortura judicial contra Lula já foi longe demais

"Lula disse ao advogado Zanin q quer seu julgamento já, conforme pauta do STF. A justiça ñ pode ficar suspensa, seja qual for resultado q se proclame. Lula está certo, essa tortura da espera foi longe de mais. A ação no STF é s/ parcialidade de Moro contra Lula. Ñ é s/ a Lava Jato", afirmou a presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR)

(Foto: Divulgação)

247 - A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PR), repudiou a decisão do Supremo Tribunal Federal de adiar o julgamento do Habeas Corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva em que a defesa dele pede a suspeição de Sérgio Moro, atual ministro da Justiça - ele condenou Lula no processo do triplex em Guarujá (SP)  na primeira instância durante a Operação Lava Jato.

"Lula disse ao advogado Zanin q quer seu julgamento já, conforme pauta do STF. A justiça ñ pode ficar suspensa, seja qual for resultado q se proclame. Lula está certo, essa tortura da espera foi longe de mais. A ação no STF é s/ parcialidade de Moro contra Lula. Ñ é s/ a Lava Jato", escreveu a parlamentar no Twitter.

O pedido de adiamento do HC foi feito pelo ministro Gilmar Mendes.

A suspeição de Moro aumentou ainda mais depois que o Intercept Brasil divulgou reportagens apontando que ele orientou o trabalho de procuradores, inclusive sugerindo a divulgação de nota para rebater o que ele chamou de "showzinho" de defesa do ex-presidente Lula.


Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247