Gleisi associa dono do Madero a Bolsonaro e a Paulo Guedes

“É o interesse econômico acima de tudo e de todos, não importando quem esteja na frente”, diz a presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR)

Gleisi Hoffmann e Junior Durski
Gleisi Hoffmann e Junior Durski (Foto: Lula Marques | Divulgação)

247 - A presidente nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann (PT-PR), usou suas redes sociais nesta terça-feira (24) para criticar Junior Durski, dono da rede de restaurantes Madero, associando a ideologia do empresário a concepção política ultraliberal de Jair Bolsonaro e Paulo Guedes.  

Durski gravou um vídeo tentando minimizar a pandemia do novo coronavírus, afirmando: "Não podemos [parar] por conta de 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer, eu sei que é muito grave, sei que isso é um problema, mas muito mais grave é o que já acontece no Brasil", segundo informação do jornal Folha de São Paulo.  

“Dono do Madero é a cara dos adeptos do ultraliberalismo e bolsonaristas, como Guedes. Têm o PR da República como espelho, que não pensou duas vezes em assinar suspensão dos salários. É o interesse econômico acima de tudo e de todos, não importando quem esteja na frente”, diz a deputada Gleisi Hoffmann 

Confira o tweet:

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247