Gleisi critica proibição de visitas a Lula: ‘decisão prepotente e ilegal’

A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), criticou a decisão da juíza Carolina Moura Lebbos que proibiu visitar ao ex-presidente Lula, preso em Curitiba (PR); "Prepotente, arbitrária, ilegal a decisão judicial que nos impede de visitar Lula! Não estamos na normalidade política, institucional. A democracia está morrendo no Brasil!", disse a parlamentar no Twitter

gleisi
gleisi (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - A presidente nacional do PT, senadora Gleisi Hoffmann (PR), criticou a decisão da juíza Carolina Moura Lebbos, da 12ª Vara Federal, que proibiu visitar ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso em Curitiba (PR).

"Prepotente, arbitrária, ilegal a decisão judicial que nos impede de visitar Lula! Não estamos na normalidade política, institucional. A democracia está morrendo no Brasil!", escreveu a parlamentar em sua conta no Twitter.

Nesta segunda, o líder do PT na Câmara dos Deputados, Paulo Pimenta (RS), confirmou a ida de parlamentares à sede da PF nesta terça-feira (23). De acordo com o parlamentar, "a Comissão comunicou à juíza a data da realização da inspeção e lhe solicitou providências junto à Polícia Federal para viabilizar o acesso da delegação parlamentar".

"A juíza não poderia invadir prerrogativa da Câmara dos Deputados, definida pela Constituição Federal, e tampouco lhe caberia negar um pedido que não foi feito pela Comissão. A atitude da juíza é um grave ataque ao poder legislativo e um atentado à independência dos três Poderes e ao estado democrático de direito".

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

Apoie o 247

WhatsApp Facebook Twitter Email