Lava Jato tenta criar um fundo gerido por Moro

Procurador Carlos Fernando Lima, que integra a força-tarefa da Lava Jato no Paraná, sugere a criação de um fundo com recursos recuperados na operação, sob o controle do juiz Sergio Moro; "Estamos levantando os valores e preparando encaminhamento" do destino do dinheiro, diz; a ideia é que o juiz determine o destino de 90% dos valores para as vítimas, e os outros 10% fiquem depositados na conta até a regulamentação de como essa aplicação dos recursos seria feita

O juiz federal Sergio Moro participa na Comiss�o de Constitui��o, Justi�a e Cidadania (CCJ) do Senado de audi�ncia p�blica sobre projeto que altera o C�digo de Processo Penal (Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag�ncia Brasil)
O juiz federal Sergio Moro participa na Comiss�o de Constitui��o, Justi�a e Cidadania (CCJ) do Senado de audi�ncia p�blica sobre projeto que altera o C�digo de Processo Penal (Fabio Rodrigues Pozzebom/Ag�ncia Brasil) (Foto: Roberta Namour)

247 - Procurador Carlos Fernando Lima, que integra a força-tarefa da Lava Jato no Paraná, sugere a criação de um fundo com recursos recuperados na operação, sob o controle do juiz Sergio Moro.

Para ter acesso ao dinheiro, os órgãos de combate ao crime organizado teriam que apresentar propostas, como, por exemplo, a compra de equipamentos. Segundo o procurador, a Justiça americana funciona nesse sistema.

"Estamos levantando os valores e preparando encaminhamento" do destino do dinheiro, diz o procurador, em entrevista ao Valor. A ideia é que o juiz determine o destino de 90% dos valores para as vítimas, e os outros 10% fiquem depositados na conta até a regulamentação de como essa aplicação dos recursos seria feita (leia aqui).

Conheça a TV 247

Mais de Sul

Ao vivo na TV 247 Youtube 247