Moro manda prender mais dois condenados em 2ª instância na Lava Jato

O juiz federal Sérgio Moro determinou nessa segunda-feira, 26, a execução da pena do empresário Leon Vargas, irmão do ex-deputado André Vargas (ex-PT-PR), e do publicitário Ricardo Hoffman, após a condenação pelo TRF-4; "Exaurida a segunda instância após o julgamento de embargos de declaração contra o acórdão dos infringentes, as penas devem ser executadas como previsto expressamente no acórdão condenatório. Não cabe a este Juízo discutir a ordem", afirmou o magistrado em sua sentença

Curitiba- PR- Brasil- 24/10/2016- O o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, durante sessão especial na Assembléia Legislativa do Paraná (ALEP). Foto: 
Curitiba- PR- Brasil- 24/10/2016- O o juiz Sergio Moro e o procurador Deltan Dallagnol, durante sessão especial na Assembléia Legislativa do Paraná (ALEP). Foto:  (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - O juiz federal Sérgio Moro determinou nessa segunda-feira, 26, a execução da pena do empresário Leon Vargas, irmão do ex-deputado André Vargas (ex-PT-PR), e do publicitário Ricardo Hoffman, após a condenação pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4). 

"Exaurida a segunda instância após o julgamento de embargos de declaração contra o acórdão dos infringentes, as penas devem ser executadas como previsto expressamente no acórdão condenatório. Não cabe a este Juízo discutir a ordem", afirmou o magistrado em sua sentença.

"Agrego apenas que tratando-se de crimes de gravidade, inclusive corrupção e lavagem de dinheiro, a execução após a condenação em segundo grau impõe-se sob pena de dar causa a processos sem fim e a, na prática, impunidade de sérias condutas criminais."

André Vargas foi condenado no TRF-4 por corrupção passiva e lavagem, a 13 anos, dez meses e 24 dias de reclusão em regime inicial fechado. Leon Vagas pegou, pelos mesmos crimes, dez anos, dez meses e 12 dias em regime inicial fechado. Ricardo Hoffman foi condenado por corrupção ativa e lavagem a 13 anos, dez meses e vinte e quatro dias de reclusão em regime inicial fechado. 

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247