Novo parecer do Senado é favorável a Fachin

Assinado pelo consultor Fernando Trindade, da Consultoria Legislativa do Senado federal, órgão responsável pelo assessoramento jurídico e técnico para atender as demandas dos senadores, Comissões e da Mesa diretora, novo parecer defende que a atuação de Luiz Fachin como advogado está amparada pelo Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Constituição Federal; o jurista foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para ocupar uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)

Assinado pelo consultor Fernando Trindade, da Consultoria Legislativa do Senado federal, órgão responsável pelo assessoramento jurídico e técnico para atender as demandas dos senadores, Comissões e da Mesa diretora, novo parecer defende que a atuação de Luiz Fachin como advogado está amparada pelo Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Constituição Federal; o jurista foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para ocupar uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)
Assinado pelo consultor Fernando Trindade, da Consultoria Legislativa do Senado federal, órgão responsável pelo assessoramento jurídico e técnico para atender as demandas dos senadores, Comissões e da Mesa diretora, novo parecer defende que a atuação de Luiz Fachin como advogado está amparada pelo Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Constituição Federal; o jurista foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para ocupar uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná247 - Dois pedidos sobre o mesmo tema feitos por dois senadores diferentes ao mesmo órgão de Consultoria Legislativa do Senado e, obviamente, duas opiniões divergentes porque foram feitos por consultores diferentes. Os pareceres encomendados referem-se a atuação do jurista Luiz Fachin por ter exercido a advocacia quando era procurador do estado do Paraná.

O segundo parecer foi encomendado pelo senador Álvaro Dias (PSDB-PR) e divulgado hoje (9). Este, ao contrário do primeiro elaborado a pedido do senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES), considera regular a atuação do jurista.

Importante esclarecer que a Consultoria Legislativa do Senado tem cerca de 200 consultores. Eles são responsáveis pelo assessoramento jurídico e técnico para atender as demandas dos senadores, Comissões e da Mesa diretora, além de fazerem estudos e pesquisas a pedido dos parlamentares.

Luiz Fachin foi indicado pela presidente Dilma Rousseff para ocupar uma vaga de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). Antes de assumir, no entanto, terá de se submeter a uma sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CC) do Senador, o que está previsto para ocorrer na próxima terça-feira (12), e depois ter o nome aprovado pelo plenário da Casa.

Quem assina o segundo parecer é o consultor Fernando Trindade. Ele esclarece que a atuação do jurista como advogado está amparado pelo Estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil e pela Constituição Federal. Diz, ainda, “que restrições se aplicariam somente ao procurador que exerce a chefia do órgão, e não aos demais profissionais da carreira”. Cita também artigos da Constituição Federal que afirmam ser livre o exercício de qualquer profissão, cabendo apenas à União dispor sobre essas condições.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247