PC do B está entre Leprevost e Requião Filho

O PCdoB de Curitiba está dividido ante possibilidades de coligação entre os deputados Ney Leprevost, do PSD, e Requião Filho, do PMDB; os comunistas condicionam fechar aliança com o PMDB à vice para Ricardo Gomyde, hexa-candidato ao cargo. Entretanto, Requião Filho já ofertou a vice com a REDE do vereador Jorge Bernardi

O PCdoB de Curitiba está dividido ante possibilidades de coligação entre os deputados Ney Leprevost, do PSD, e Requião Filho, do PMDB; os comunistas condicionam fechar aliança com o PMDB à vice para Ricardo Gomyde, hexa-candidato ao cargo. Entretanto, Requião Filho já ofertou a vice com a REDE do vereador Jorge Bernardi
O PCdoB de Curitiba está dividido ante possibilidades de coligação entre os deputados Ney Leprevost, do PSD, e Requião Filho, do PMDB; os comunistas condicionam fechar aliança com o PMDB à vice para Ricardo Gomyde, hexa-candidato ao cargo. Entretanto, Requião Filho já ofertou a vice com a REDE do vereador Jorge Bernardi (Foto: Leonardo Lucena)

Blog do Esmael - O PCdoB de Curitiba está dividido ante possibilidades de coligação entre os deputados Ney Leprevost, do PSD, e Requião Filho, do PMDB.

Os comunistas condicionam fechar aliança com o PMDB à vice para Ricardo Gomyde, hexa-candidato ao cargo. Entretanto, Requião Filho já ofertou a vice com a REDE do vereador Jorge Bernardi.

Com Leprevost, imagina o PCdoB, poderá ganhar apoio da União Geral dos Trabalhadores (UGT), braço político do PSD no meio sindical, para a campanha do sindicalista Messias da Silva, o Obama das Araucárias, candidato prioritário da legenda vermelha.

O PCdoB descarta marchar com a candidatura de Maria Victória, do PP, filha do Leitão Vesgo, isto é, do ministro interino da Saúde Ricardo Barros.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247