PGR continuará coletando dados da Lava Jato até que seja intimada pela Justiça

Após decisão de Fachin que interrompe o compartilhamentos de dados entre a Lava Jato e a PGR, integrantes da Sppea, Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise da PGR, continuam na sede da força-tarefa de Curitiba coletando informações sobre a operação

Carlos Fernando Lima, Deltan Dallagnol e Januário Paludo
Carlos Fernando Lima, Deltan Dallagnol e Januário Paludo (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mesmo com a decisão do ministro do STF Edson Fachin de suspender o compartilhamento de dados entre a Lava Jato e a PGR, integrantes da Sppea - Secretaria de Perícia, Pesquisa e Análise da PGR - continuam na sede da força-tarefa de Curitiba coletando informações sobre a operação, informa Bela Megale, do jornal O Globo.

A Sppea somente irá parar a coleta de dados quando for intimada pela Justiça. A Procuradoria-Geral da República (PGR) vai recorrer da decisão do ministro Edson Fachin

Técnicos da PGR já fazem o trabalho de coleta de dados há duas semanas, mas afirmam que ainda falta obter parte significativa do material. Levaria cerca de um mês, segundo técnicos, para colher todos os dados da força-tarefa.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247