Requião: Prisão de Paulo Bernardo foi show midiático pelo impeachment

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), adversário do ex-ministro Paulo Bernardo e de sua esposa, a senadora Gleisi Hoffmann, no Paraná, considerou o operação da Polícia Federal nesta quinta (23) contra o petista como um "espetáculo para influenciar no impeachment" da presidente Dilma Rousseff; "Foram medidas policiais espalhafatosas”, avaliou

O senador Roberto Requião (PMDB-PR), adversário do ex-ministro Paulo Bernardo e de sua esposa, a senadora Gleisi Hoffmann, no Paraná, considerou o operação da Polícia Federal nesta quinta (23) contra o petista como um "espetáculo para influenciar no impeachment" da presidente Dilma Rousseff; "Foram medidas policiais espalhafatosas”, avaliou
O senador Roberto Requião (PMDB-PR), adversário do ex-ministro Paulo Bernardo e de sua esposa, a senadora Gleisi Hoffmann, no Paraná, considerou o operação da Polícia Federal nesta quinta (23) contra o petista como um "espetáculo para influenciar no impeachment" da presidente Dilma Rousseff; "Foram medidas policiais espalhafatosas”, avaliou (Foto: Valter Lima)

247 - O senador Roberto Requião (PMDB-PR), adversário do ex-ministro Paulo Bernardo e de sua esposa, a senadora Gleisi Hoffmann, no Paraná, considerou o operação da Polícia Federal nesta quinta-feira (23) contra o petista como um "espetáculo para influenciar no impeachment" da presidente Dilma Rousseff.

Segundo ele, em entrevista ao site "Os Divergentes", a prisão e invasão da casa da senadora, assim como da própria sede do PT, “não tem o menor cabimento”. "Foram medidas policiais espalhafatosas”, avaliou.

Veja o vídeo:

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247