Richa e Requião são pano de fundo no meio sindical

Há uma cruenta guerra gestada no meio sindical paranaense tendo em vista as eleições de outubro; o ex-vereador curitibano Manassés Oliveira, do PTB, Siemaco da Força Sindical para levá-lo debaixo do guarda-chuva da União Geral dos Trabalhadores; Manassés é candidato a deputado federal e torce pelo sucesso do governador Beto Richa (PSDB) na reeleição; porém, a UGT avisou que apoiará o senador Roberto Requião (PMDB)

Há uma cruenta guerra gestada no meio sindical paranaense tendo em vista as eleições de outubro; o ex-vereador curitibano Manassés Oliveira, do PTB, Siemaco da Força Sindical para levá-lo debaixo do guarda-chuva da União Geral dos Trabalhadores; Manassés é candidato a deputado federal e torce pelo sucesso do governador Beto Richa (PSDB) na reeleição; porém, a UGT avisou que apoiará o senador Roberto Requião (PMDB)
Há uma cruenta guerra gestada no meio sindical paranaense tendo em vista as eleições de outubro; o ex-vereador curitibano Manassés Oliveira, do PTB, Siemaco da Força Sindical para levá-lo debaixo do guarda-chuva da União Geral dos Trabalhadores; Manassés é candidato a deputado federal e torce pelo sucesso do governador Beto Richa (PSDB) na reeleição; porém, a UGT avisou que apoiará o senador Roberto Requião (PMDB) (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Blog do Esmael - Há uma cruenta guerra gestada no meio sindical paranaense tendo em vista as eleições de outubro. Na semana que passada, o ex-vereador curitibano Manassés Oliveira — ex-PRTB e agora no PTB — tirou o Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação de Curitiba e Região Metropolitana (Siemaco) da Força Sindical para levá-lo debaixo do guarda-chuva da UGT (União Geral dos Trabalhadores). Manassés é candidato a deputado federal e torce pelo sucesso do governador Beto Richa (PSDB) na reeleição.

O sindicato de Manassés representa mais de 30 mil trabalhadores em sua base e tem mais de 70% de filiados.

"O Siemaco, liderado por este grande companheiro Manassés Oliveira é um exemplo de organização e luta por melhorias dos seus representados, que destacamos, é composto em sua maioria por mulheres. O Manassés tem um grande poder de mobilização e sem dúvida alguma nos ajudará no crescimento da UGT", disse Paulo Rossi, presidente da UGT-Paraná, afirmando que sua central sindical é a maior do estado.

Por outro lado, a Força Sindical que hoje é ligada ao Solidariedade, do deputado Fernando Francischini, já avisou que vai subir no palanque do senador Roberto Requião (PMDB) na corrida pelo Palácio Iguaçu. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Curitiba, Sérgio Butka, um dos mandachuvas da central, também é candidato a deputado federal.

No final de 2013, Francischini confirmou a este blogueiro que o Solidariedade conversa com Requião. Segundo ele, a aproximação com o senador é um compromisso que ele assumiu com os sindicalistas antes mesmo de ocupar a presidência do partido.

Na pista também tem a senadora Gleisi Hoffmann (PT), que parte com o apoio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e da Nova Central Sindical dos Trabalhadores (CNST).

A Central Brasileira dos Trabalhadores (CTB), ligada ao PCdoB, ainda está em disputa entre Gleisi e Requião.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email