STF mantém em Curitiba investigação de Lula

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 15, manter a investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na comarca da Justiça Federal de Curitiba; segundo o colunista Lauro Jardim, decisão vale pelo menos até que o juiz Sérgio Moro decida se aceita ou não o encaminhamento dado pela juíza de São Paulo, Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, sobre a ação que pede prisão preventiva de Lula por suposta ocultação de patrimônio no cado triplex no Guarujá

Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 15, manter a investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na comarca da Justiça Federal de Curitiba; segundo o colunista Lauro Jardim, decisão vale pelo menos até que o juiz Sérgio Moro decida se aceita ou não o encaminhamento dado pela juíza de São Paulo, Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, sobre a ação que pede prisão preventiva de Lula por suposta ocultação de patrimônio no cado triplex no Guarujá
Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 15, manter a investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na comarca da Justiça Federal de Curitiba; segundo o colunista Lauro Jardim, decisão vale pelo menos até que o juiz Sérgio Moro decida se aceita ou não o encaminhamento dado pela juíza de São Paulo, Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, sobre a ação que pede prisão preventiva de Lula por suposta ocultação de patrimônio no cado triplex no Guarujá (Foto: Aquiles Lins)

Paraná 247 - Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta terça-feira, 15, manter a investigação contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na comarca da Justiça Federal de Curitiba.

Segundo o colunista Lauro Jardim, decisão vale pelo menos até que o juiz Sérgio Moro decida se aceita ou não o encaminhamento dado pela juíza de São Paulo, Maria Priscilla Ernandes Veiga Oliveira, da 4ª Vara Criminal (leia mais).

No entanto, ainda falta aguardar o julgamento do recurso do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) contra essa transferência.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247