Temporais atingem mais de mil pessoas no Paraná

A chuva prejudicou 1.017 pessoas em nove cidades do Paraná entre terça-feira (20) e esta quarta-feira (21); em todo o estado, 183 casas foram danificadas; quatro paranaenses estão desalojados, de acordo o último boletim da Defesa Civil; o BNDES passou a apoiar empresas localizadas em municípios do Sul do País atingidos recentemente por chuvas intensas, granizo, enxurradas e inundações; três cidades paranaenses passam a ter acesso ao Programa BNDES Emergencial de Reconstrução de Municípios Afetados por Desastres Naturais (BNDES PER); Nova Esperança e Ipiranga, nas regiões Noroeste e Sudeste do estado, respectivamente

Governador Beto Richa acompanhado pelo Prefeito Pedro Ivo Ilkiv, vistoria áreas afetadas pelas enchentes na região de União da Vitória. União da Vitória, 09/06/2014 Foto: Arnaldo Alves / ANPr
Governador Beto Richa acompanhado pelo Prefeito Pedro Ivo Ilkiv, vistoria áreas afetadas pelas enchentes na região de União da Vitória. União da Vitória, 09/06/2014 Foto: Arnaldo Alves / ANPr (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Paraná 247 - A chuva prejudicou 1.017 pessoas em nove cidades do Paraná entre terça-feira (20) e esta quarta-feira (21). Em todo o estado, 183 casas foram danificadas. Quatro paranaenses estão desalojados, de acordo o último boletim da Defesa Civil do Paraná.

Um temporal alagou, nesta quarta (21), dois Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) em Curitiba; um deles no Santo Inácio e o outro, no São Braz. Um colégio, no bairro de Orleans, corre o risco de desabar, mas não há registro de feridos.

O BNDES passou a apoiar, por meio do Programa BNDES Emergencial de Reconstrução de Municípios Afetados por Desastres Naturais (BNDES PER), empresas localizadas em municípios do Sul do País atingidos recentemente por chuvas intensas, granizo, enxurradas e inundações. A inclusão das cidades da região no programa ocorreu em função do agravamento das enchentes. O apoio do Banco contribuirá para a recuperação da atividade econômica naquelas localidades.

Passam a ter acesso ao BNDES PER as micro, pequenas e médias empresas (MPMEs) das seguintes cidades: Nova Esperança e Ipiranga, no Paraná; Alvorada e Antônio Prado, no Rio Grande do Sul; e Coronel Freitas, Maravilha, Saudades e Xanxerê, em Santa Catarina. Até a primeira quinzena de outubro, já haviam sido realizadas 71 operações para os municípios catarinenses, no valor de R$ 18,3 milhões. Há operações em andamento para as demais localidades.

Entre 2014 e 2015, cerca de 3,4 mil empresas foram apoiadas no Programa, das quais 85% microempresas, com financiamento de R$ 486 milhões. Em 2014 o maior volume foi para a região Norte, em função das cheias nos municípios do Acre e de Rondônia. Este ano, no entanto, com o ingresso de municípios do Sul no BNDES PER, a participação da região está em crescimento e deverá ser a maior de todas em 2015.

*Com informações do BNDES

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247