Tá nos trends

Carlos Bolsonaro “quebra internet” após ser apontado como “chefe de organização criminosa”

Nome do filho do mandatário é o mais comentado da rede social Twitter

Carlos Bolsonaro
Carlos Bolsonaro (Foto: Reprodução | Eduardo Barreto/CMRJ)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - Após Carlos Bolsonaro ser citado como chefe de uma organização criminosa pela 1ª Vara Criminal Especializada do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio), o nome do filho do mandatário é o mais comentado da rede social Twitter nesta quinta-feira (23).

Internautas ressaltam que o Brasil não consegue ficar um dia sem receber notícias de esquemas escusos envolvendo o clã Bolsonaro. 

Entenda:

Na decisão em que autorizou a quebra de sigilos bancário e fiscal do vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ), o juiz Marcello Rubioli, da 1ª Vara Criminal Especializada do TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio), avaliou os dados apresentados pelo MP-RJ (Ministério Público do Rio) e escreveu ao longo de 79 páginas que verificou "indícios rotundos de atividade criminosa em regime organizado" e que "Carlos Nantes [Bolsonaro] é citado diretamente como o chefe da organização". A reportagem é da jornalista Juliana Del Piva, em sua coluna no portal UOL.

PUBLICIDADE

A 3ª PIP (Promotoria de Investigação Penal) investiga a existência da prática de rachadinha, entrega ilegal de salários dos assessores, e da nomeação de pessoas que eram "funcionários fantasmas" no gabinete de Carlos Bolsonaro.

Veja a repercussão:

 

PUBLICIDADE

 

 

 

PUBLICIDADE


O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email