Tá nos trends

Felipe Neto fura a quarentena, causa polêmica e pede desculpas: 'dei mau exemplo'

"Decidi jogar um último futebol do ano. Como goleiro, indo e voltando de máscara, sem contato com ninguém e passando álcool em tudo. Ainda assim, é um erro. Não cometerei novamente até a vacina. Peço perdão pelo mau exemplo", escreveu o youtuber pelo Twitter

www.brasil247.com -
(Foto: Play9/Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O youtuber Felipe Neto, que vem pregando pelas redes sociais o isolamento para a contenção do coronavírus e que inclusive se envolveu em uma polêmica ao criticar uma festa promovida por Carlinhos Maia durante a pandemia, foi flagrado jogando futebol com os amigos na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, na noite de segunda-feira (28).

Em vídeo, Neto aparece jogando como goleiro e cercado por amigos em uma quadra. Rapidamente o youtuber começou a ser duramente criticado nas redes: "hipocrisia" e "incoerência", apontavam os internautas.

Pelo Twitter, Felipe Neto admitiu o erro e pediu desculpas. "Errei. Decidi jogar um último futebol do ano. Como goleiro, indo e voltando de máscara, sem contato com ninguém e passando álcool em tudo. Ainda assim, é um erro. Não cometerei novamente até a vacina. Peço perdão pelo mau exemplo. Farei 14 dias de isolamento total após ter jogado, para que absolutamente ninguém corra qualquer risco caso eu tenha pego alguma coisa, o que é totalmente improvável. Vale ressaltar que eu me testei antes (como venho fazendo semanalmente), com resultado negativo. Agora vamos em frente".

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email