Tá nos trends

Freixo responsabiliza Bolsonaro por tragédias ambientais mundiais e buga bolsonaristas, que não entendem a relação

Bolsonaristas não conseguem entender a postagem de Freixo, que culpabiliza Bolsonaro pelas tragédias ambientais globais em decorrência do aquecimento global

Dep. Marcelo Freixo PSOL - RJ
Dep. Marcelo Freixo PSOL - RJ (Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O deputado federal Marcelo Freixo usou suas redes sociais para culpar Jair Bolsonaro também pela destruição do meio ambiente, que tem causado graves desastres ambientais em decorrência do aquecimento global. 

O tuíte enfureceu os bolsonaristas, que demonstraram dificuldade em relacionar as ações de Bolsonaro de destruição do meio-ambiente com os desastres ambientais em outros continentes. 

Após a postagem, o nome de Freixo é um dos assuntos mais citados no Twitter. 

PUBLICIDADE

Saiba mais 

Dados apresentados pelo Centro de Sensoriamento Remoto e do Laboratório de Gestão de Serviços Ambientais da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) apontam mais uma ação nociva do governo no desmonte das políticas ambientais. Os entraves à fiscalização ambiental da Amazônia na gestão Jair Bolsonaro alcançam não só quem monitora infrações no campo, como aqueles que estão nos gabinetes de órgãos federais, julgando esses processos. Em 2019 e 2020, a média de processos com multas pagas por crimes que envolvem a vegetação nos Estados da Amazônia Legal despencou 93% na comparação com a média dos quatro anos anteriores.

PUBLICIDADE

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email