A assistência multidisciplinar de saúde (AMS) dos funcionários da Petrobrás, apresenta números em 2019 que não batem

Gostaria de obter uma explicação da assistência multidisciplinar de saúde (AMS) sobre isto. Gostaria de saber também se existe alguma empresa auditando os números da AMS. Outra tabela que me chamou a atenção mostra a “Evolução dos custos totais” incluindo gastos administrativos

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Recebi comunicado da AMS informando: 

“A partir do mês de julho, a AMS Petrobras começa a cobrar dos seus beneficiários parcelas extras para restabelecer a relação de custeio 70 x 30 dos gastos com a saúde, que não foi alcançada no ano de 2019.“ 

Analisando o relatório AMS 2019, encontramos a tabela referente à “Evolução anual dos custos assistenciais 2017/2019” conforme a seguir:                   

Notem que a “relação de custeio Petrobras” em 2019 indica 73% Entretanto verificando os números vemos que o correto seria 69% (2.086 : 3004 ). Se isto for verdade o déficit de R$ 84,6 milhões não existe. 

Gostaria de obter uma explicação da AMS sobre isto. Gostaria de saber também se existe alguma empresa auditando os números da AMS .

Outra tabela que me chamou a atenção mostra a “Evolução dos custos totais” incluindo gastos administrativos: 

Se olharmos os dados registrados no sistema integrado contábil da Petrobrás, especificamente na DEMONSTRAÇÃO DO VALOR ADICIONADO encontramos os seguintes gastos classificados como Plano de Saúde: 

R$ milhões 

2017      2018    2019 

5.013     4.286     5.373 

Gostaria de entender não só a diferença dos números mas principalmente na evolução pois nos dados contábeis existe uma queda nos gastos em 2018. 

E o atual presidente da Petrobrás, Roberto Castello Branco, informou que vai terceirizar a administração da AMS. Diz que com isto a companhia vai lucrar mais de R$ 6 milhões em dez anos. Sendo que a nova administradora também deverá ter lucros, porque ninguém trabalha de graça, fica a pergunta : QUEM VAI PAGAR O LUCRO DESTA GENTE TODA?

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247