A decomposição do Brasil

O Brasil para ser completamente destruído não precisa de uma invasão militar estrangeira. Seus políticos e suas mídias são eficientes para desmantelar o trabalho dos brasileiros acumulado por anos

O Brasil para ser completamente destruído não precisa de uma invasão militar estrangeira. Seus políticos e suas mídias são eficientes para desmantelar o trabalho dos brasileiros acumulado por anos
O Brasil para ser completamente destruído não precisa de uma invasão militar estrangeira. Seus políticos e suas mídias são eficientes para desmantelar o trabalho dos brasileiros acumulado por anos (Foto: Guillermo Gomez)

Um dos problemas viscerais que temos no Brasil é que parte de nossa classe média ainda compra revistas coloridas da fofoca política.

Essas revistas te fizeram acreditar que Aécio Neves era uma pessoa incorruptível e que Marina Silva militava para os passarinhos poderem voar em liberdade.

O Brasil para ser completamente destruído não precisa de uma invasão militar estrangeira. Seus políticos e suas mídias são eficientes para desmantelar o trabalho dos brasileiros acumulado por anos.

Nunca se viu na história da humanidade uma elite com tão pouco amor por sua terra.

Alguns políticos brasileiros parecem beduínos egípcios vendendo no deserto as joias das tumbas dos faraós, em troca de algumas miseráveis moedas de cobre.

 A mídia corporativa brasileiras ainda infla a cabeça da classe média com a antiga Guerra Fria. As elites da propina tiram proveito disso, o fazem entorpecimento os raciocínios para assim vender o petróleo a preço da banana e ficar com as lucrativas comissões. Eles querem entregar as empresas estatais para os especuladores estrangeiros, para ficar assim com uma pequena porcentagem.

Para o reacionário da direita compreender a importância estratégica das empresas de energia é impossível, seria como tentar fazê-lo entender a um cão de rua a teoria existencialista de Heidegger.

Enquanto isso, o Brasil é cercado pelos abutres do petróleo. O Peru já tem 9 bases militares dos EUA e a Colômbia sete. Quando os norte-americanos executarem o golpe na maior reserva de petróleo do mundo (Venezuela), o cerco ao Brasil será fechado.

Hoje todos os meios da direita latino-americana torcem para que o Brasil entregue suas reservas de petróleo, assim o faz o jornal Mercúrio no Chile, Clarín e Nación na Argentina, e os golpistas no Brasil.

Enquanto isso, a classe média ainda está acuada tentando entender o mundo. Não desponta de sua confusão ideológica o se faz de burra para não reconhecer que está sendo abusada.

Os oprimidos culturais ainda tem as panelas amassadas do golpe, eles as usaram para entregar o Pré -Sal, para elevar o valor de sua gasolina e para aumentar o preço da luz em seu apartamento. Eles refletindo parecem o palhaço Tiririca.

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247