A guerra anunciada de 2022

Vejo como remotíssima a possibilidade de Lula liquidar a fatura no primeiro turno. Existe direita no Brasil e ela não tem escrúpulos

www.brasil247.com -
(Foto: Stuckert | ABr)


Que a esquerda e os setores progressistas da sociedade estejam preparados: a elite empresarial conservadora, os grupos de mídia, a direita e a extrema-direita já lustram suas armas para fazer das eleições de 2022  a mais suja de todos os tempos, superando até mesmo as facke news, a máquina de difamações e a farsa da facada que marcaram o pleito de 2018.

Perde tempo e dorme no ponto, por exemplo, quem espera algum comedimento e apego a premissas do bom jornalismo por parte da mídia comercial. Caso típico de “pau que nasce torno e morre torto”, o oligopólio da imprensa já expõe a ponta do iceberg do arsenal de golpes abaixo da linha da cintura que pretende desferir ano que vem contra o favoritismo de Lula.

Com a base na realidade paralela que criaram - um mundo feito de omissões, manipulações, distorções e mentiras deslavadas -, Lula não foi absolvido em 20 processos, mas apenas se beneficiou de uma tecnicalidade da justiça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por essa lógica, o líder de todas as pesquisas não é inocente, embora sejam sobejamente conhecidas as provas contundentes apresentadas pelos advogados do ex-presidente em relação às acusações ridículas de propriedade de um moquifo no Guarujá ou de um sítio mequetrefe em Atibaia.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Para as famílias Marinho, Frias, Sayad, Macedo e Silvio Santos, é como se decisão da suprema corte do país de declarar Moro um juiz parcial e, portanto, corrupto, jamais tivesse existido.

Sem cerimônia, são varridos para debaixo do tapete e escondidos do distinto público todos os crimes cometidos pelo ex-juiz, como a trama com os procuradores para incriminar Lula e o PT, as escutas clandestinas de autoridades e advogados, a destruição do setor de óleo e gás, com a perda de 4 milhões de postos de trabalho, além do jogo combinado com o Departamento de Justiça dos EUA, em flagrante traição aos interesses da pátria.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ao contrário, sua candidatura é tratada como a coisa mais legítima e natural do mundo. No afã de catapultá-lo, a imprensa lhe oferece espaços absolutamente desproporcionais à sua importância real aferida nas pesquisas,

Tudo para fazer de Moro o candidato da claudicante terceira via, forçando a barra  para tentar alçar ao topo dos prioridades  nacionais o tema da corrupção, que ocupa hoje o quinto lugar em todas as pesquisas, atrás de saúde, emprego, educação e segurança, nesta ordem.

Os grupos de mídia hoje apostam suas fichas em Moro e em Dória, à espera de qual dos dois mostre melhor desempenho nas pesquisas.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No que se refere à tática eleitoral de Bolsonaro, alguém em sã consciência é capaz de acreditar que o capitão e sua legião de cães hidrófobos farão campanha sem recorrer às facke news mais asquerosas e repugnantes, e que Lula será o alvo preferencial dessa matilha?

E quanto aos capitalistas do setor financeiro e das grandes corporações? Como odeiam os pobres e são incapazes de pensar em um projeto inclusivo de país, certamente recorrerão a um vale tudo para impedir que os mais humildes voltem a figurar no orçamento do país, visto como propriedade exclusiva deles.

Tudo somado e considerado, vejo como remotíssima a possibilidade de Lula liquidar a fatura no primeiro turno. Existe direita no Brasil e ela não tem escrúpulos. Vale lembrar que Lula e Dilma duas vezes, quando venceram, tiveram que disputar segundo turno.

Mas venceremos.

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email