A ONU tem que tirar esse louco do poder antes que ele exploda o mundo

"Não costumo meter o bedelho em política internacional, que não é a minha especialidade, nem quero saber quem está com a razão nesse conflito EUA vs. Irã, mas como cidadão do mundo tomo a liberdade de fazer um apelo à ONU: tirem o quanto antes esse louco do Trump do poder antes que ele exploda o mundo", escreve o jornalista Alex Solnik

Donald Trump
Donald Trump (Foto: Aubrey Gemignani)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia -  Não costumo meter o bedelho em política internacional, que não é a minha especialidade, nem quero saber quem está com a razão nesse conflito EUA vs. Irã, mas como cidadão do mundo tomo a liberdade de fazer um apelo à ONU, entidade encarregada de manter a paz no planeta: tirem o quanto antes esse louco do Trump do poder antes que ele exploda o mundo.

  Não importa como isso pode ser feito, se é legal ou ilegal, se ele foi eleito pelo voto popular, se isso seria um golpe de estado; importante é afastar essa praga do botão que aciona aquilo que pode ser a hecatombe maior e definitiva que vai acabar com o Irã, os Estados Unidos, a Europa e exterminar a humanidade.

  Os americanos jamais deveriam ter entregue o seu destino a um desatinado, mas agora não se trata da sorte de um país, está em questão toda a humanidade, e isso é mais relevante que a obediência aos ditames da democracia. É uma das raras ocasiões em que não dá para esperar as próximas eleições para desalojá-lo; até lá o mundo poderá ter virado cinzas.

  O seu poder de destruição é muito maior que o do Irã e do Ira   que juntos; ele é a grande ameaça e não os aiatolás.

  Além de expulsá-lo do poder, a ONU precisa com urgência ordenar que a maior potência mundial abandone de vez a sua política de intervenções mundo afora e se restrinja a atuar dentro do seu limite territorial, para o bem da humanidade.

  Trump coloca em risco o futuro do planeta mais que as mudanças climáticas, que são uma grande ameaça, é claro, mas não conseguirão decretar o juízo final antes de algumas dezenas ou centenas de anos; ele pode decretar nosso fim em questão de meses, dias ou horas.   

  Não peço que o matem, como pedem os iranianos, e sim que vistam nele uma camisa de força e o confinem no último andar da Trump Tower até o fim da sua infame existência.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247