Ao final, a verdade sempre vence

Há uma obsessão, por parte de muitos, em condenar o presidente Lula e liquidar o seu futuro político

Há uma obsessão, por parte de muitos, em condenar o presidente Lula e liquidar o seu futuro político
Há uma obsessão, por parte de muitos, em condenar o presidente Lula e liquidar o seu futuro político (Foto: Silvio Costa)

Nesta terça-feira (20), após tomar conhecimento que o juiz Sérgio Moro havia aceito a denúncia do Ministério Público Federal de Curitiba, transformando o presidente Lula em réu, imediatamente liguei para o presidente. Encontrei um homem triste, sobretudo por causa de dona Marisa Letícia, mas também encontrei um homem firme, determinado e consciente dos tempos difíceis que estão por vir. Há uma obsessão, por
parte de muitos, em condenar o presidente Lula e liquidar o seu futuro político.

O brasileiro ou a brasileira que mais odiar o presidente Lula sabe que ele é um dos mais investigados líderes mundiais. O presidente Lula virou réu porque querem que ele assuma que é dono de um apartamento que não é dele. Não vão provar que é dele.

O presidente Lula virou réu porque cumpriu o seu dever constitucional de nomear ministros de Estado e diretores de empresas estatais. O
presidente Lula virou réu porque Paulo Okamotto pediu à OAS que arranjasse um local para guardar os presentes doados por chefes de
Estado do mundo inteiro durante seus mandatos na Presidência da República.

Sei que aqueles que odeiam um homem que ao chegar na Presidência encontrou o salário mínimo equivalente a 86 dólares e ao final do seu
governo deixou em 305 dólares; um presidente que ao assumir o governo a economia do Brasil era a 13ª do mundo e ao final de seu governo era a 7ª economia; que em 2002 tinham sido vendidas 33 milhões de passagens aéreas e ao final de seu governo eram 120 milhões de passageiros; que em 2003, quando assumiu a Presidência, o Brasil exportava 60 bilhões de dólares e ao final de seu governo estava em 245 bilhões de dólares; que encontrou uma inflação de 13% ao ano e ao final de seu governo deixou em 5%; que encontrou reservas cambiais de 37 bilhões de dólares e ao final de seu governo deixou reservas de 375 bilhões de dólares; que tirou 40 milhões de brasileiros da linha de miséria; que colocou filho de pobre para estudar Medicina e multiplicou o número de universidades pelo país; sei que esses que odeiam o presidente Lula estão comemorando – quem sabe tomando os melhores vinhos nos melhores restaurantes do Brasil ou nos seus belos apartamento das mais ricas avenidas do Brasil -, porém, sei também que ao final a verdade sempre vence. E vencerá novamente.

É na dificuldade que a alma cresce. Não tenho a menor dúvida que em algum momento o presidente Lula será absolvido pelo Poder Judiciário do Brasil.

Seja bem-vindo a Recife, presidente Lula. Berço das revoluções libertárias. Vamos juntos com João Paulo para o segundo turno construir a mais bela vitória do PT no Brasil.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247