Bolsonaro está em campanha pela reeleição

"De vez em quando a imprensa flagra Bolsonaro tomando medidas ou fazendo gestos típicos de campanha eleitoral", diz Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia; "Se a oposição continuar em marcha lenta, periga ele levar de novo. Desde que a reeleição foi implantada todos os presidentes – FHC, Lula e Dilma - foram reeleitos"

(Foto: Adriano Machado - Reuters)

Por Alex Solnik, do Jornalistas pela Democracia

De vez em quando a imprensa flagra Bolsonaro tomando medidas ou fazendo gestos típicos de campanha eleitoral.

Ontem, por exemplo, fez flexões de braço ao lado do governador Doria e do general Augusto Heleno.

E analistas, escandalizados, colocam o dedo na ferida. Pedem para ele descer do palanque. “Comece a governar” sugerem.

Outros afirmam: ele não tem projeto.

Mas ele tem projeto, sim - reeleger-se - e esse é o estilo Bolsonaro de governar: ele não sai do palanque jamais. Não desceu do palanque e não vai descer. Seu governo é uma campanha permanente. Governo e campanha se confundem em seu projeto de poder autoritário: a implantação da ditadura militar através do voto popular.

Ele já está trabalhando na sua reeleição. Começa quatro anos antes, tal como fez em relação às eleições do ano passado.

Se a oposição continuar em marcha lenta, periga ele levar de novo. Desde que a reeleição foi implantada todos os presidentes – FHC, Lula e Dilma - foram reeleitos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247