Chances de as pesquisas errarem também no segundo turno são bem menores

"Não se compara o nível de complexidade estatística de uma pesquisa com seis candidatos com a disputa se limitando a apenas dois", analisa Bepe Damasco

Jornal mostra resultado das eleições de 2022 entre Lula e Bolsonaro, em Rio de Janeiro, Brasil 03/10/2022
Jornal mostra resultado das eleições de 2022 entre Lula e Bolsonaro, em Rio de Janeiro, Brasil 03/10/2022 (Foto: REUTERS/Pilar Olivares)


Clique aqui para receber notícias do Brasil 247 e da TV 247 no WhatsApp

Não se compara o nível de complexidade estatística de uma pesquisa com pelo menos seis candidatos a serem levados minimamente a sério, como no primeiro turno, com a disputa se limitando a apenas dois.

Ficam para trás movimentações não captadas pelos institutos de pesquisa, como o voto do contingente bolsonarista dos eleitores de Simone Tebet e Ciro Gomes em Bolsonaro, justamente para evitar a vitória de Lula no primeiro turno.

Mas, e quanto ao outro fator que ajudou a mascarar a intenção de voto em Bolsonaro, que foi o “voto envergonhado?”. Como quantificar os eleitores que, dada a péssima imagem pública do atual ocupante da presidência da República, respondem para o entrevistador que estão indecisos ou que pretendem votar nulo ou em branco?

continua após o anúncio

Para evitar essa subdeclaração de votos, o Ipec incluiu em seu primeiro questionário de segundo turno algumas perguntas indiretas com o objetivo de extrair a real intenção de voto das pessoas. Indagar, preliminarmente, em quem elas votaram no primeiro turno é uma delas.

Muita água ainda vai rolar por debaixo da ponte e, para confirmar a vitória, a campanha de Lula não pode abrir mão de muita mobilização de rua e atuação intensa nas redes sociais.

continua após o anúncio

Isto posto, é inegável o favoritismo de Lula, já atestado pelas três pesquisas de segundo turno divulgadas até agora

Para além dessas sondagens favoráveis, o altíssimo índice de fidelidade do eleitor de Lula tem tudo para elegê-lo presidente pela terceira vez no dia 30.

continua após o anúncio

Bolsonaro precisaria convencer uma parcela dos eleitores de Lula a mudar de lado. Vamos combinar que, no momento, isso é quase tão difícil de acontecer quanto o Sargento Garcia pender o Zorro.

Venceremos.

continua após o anúncio

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

continua após o anúncio

Ao vivo na TV 247

Cortes 247