Constrangimento ao povo gaúcho

Não posso deixar de dar um conselho: mais respeito, empatia, tolerância levarão os sócios do VELEIROS DO SUL a uma quadra muito positiva, um local chamado CIVILIZAÇÃO; nesse local o mundo se nos apresenta possibilidades, oportunidades e interações quase ilimitadas, lá reside a humanidade, fora de lá apenas há barbárie, pensem nisso

Constrangimento ao povo gaúcho
Constrangimento ao povo gaúcho
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Senhor Eduardo Ribas
Senhor Renato Poy da Costa
Senhores dirigentes do VELEIROS DO SUL bom dia!

Primeiramente me apresento.

Tenho 54 anos, sou brasileiro, paulista e campineiro; advogado (www.macielneto.adv.br), marido, pai, filho, irmão, tio, etc...

Estou vice-presidente do Conselho de administração do meu clube do coração, a PONTE PRETA e sou sócio de um clube de classe média e classe media alta em Campinas, a Sociedade Hípica de Campinas.

Fui professor por quase vinte anos e um modesto militante politico com passagens pelo PT, PSB, PPS e PCdoB, além disso tenho alguma experiência na administração pública na minha cidade e na RMC - Região Metropolitana de Campinas.

Agora passo a explicar o que motivou envio desse e-mail.

Convivo e respeito a pluralidade de visões de mundo.

O respeito como valor e a boa educação como virtude aprendi com os meus pais. E a importância deles [valor e virtude] foram sendo ratificadas pelas boas organizações, instituições e pessoas ao longo da minha vida.

Desde o movimento estudantil dos aos 1980 até os dias de hoje, vi e convivi com algumas pessoas cuja ausência de civilidade, com gente preconceituosa, mal-humorada e mal-educada, mas quando os encontro sempre ofereço muita paciência regada a esperança de que a estupidez dê lugar ao respeito às diferenças.

Contudo, fato envolvendo o tradicional clube de Porto Alegre merece registro.

O VELEIROS teria rejeitado a entrada de Duca Leindecker, marido da candidata à vice-presidenta Manuela D´Ávila.

O motivo: eles seriam comunistas,

Alguns sócios do Veleiros do Sul teriam se mobilizado para que a solicitação de associação da família de Manu fosse rejeitada.

Evidentemente o fato, em sendo verdadeiro, causou enorme sofrimento à família de Duca e Manuela e merece ser repudiado pelas pessoas civilizadas, pois, registre-se, tratou-se de um incivilidade e constrangimento ao povo do sul, especialmente da capital gaúcha.

Não conheço Duca, Manuella ou seus filhos, mas me coloquei o lugar deles, imaginei meus filhos passando por esse constrangimento e, creiam, não é um sentimento positivo.

Fica o registrado o meu repudio

Não posso deixar de dar um conselho: mais respeito, empatia, tolerância levarão os sócios do VELEIROS DO SUL a uma quadra muito positiva, um local chamado CIVILIZAÇÃO; nesse local o mundo se nos apresenta possibilidades, oportunidades e interações quase ilimitadas, lá reside a humanidade, fora de lá apenas há barbárie, pensem nisso.

antecipadamente agradeço a atenção

Pedro Maciel

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247