Cunha desistiu do impeachment para salvar a pele

Brasília- DF 01-10-2015 Foto Lula Marques/Agência PT Presidente da câmara, Eduardo Cunha.
Brasília- DF 01-10-2015 Foto Lula Marques/Agência PT Presidente da câmara, Eduardo Cunha. (Foto: Alex Solnik)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

É uma questão matemática.

Eduardo Cunha fez as contas e concluiu que a pior coisa que pode acontecer para ele neste momento em que está a um passo de ser julgado no Conselho de Ética é abrir o processo de impeachment, seja qual for o rito.

Se abrir, a oposição promete apoiá-lo no Conselho de Ética. E o PT, destruí-lo.

Se não abrir, o PT promete apoiá-lo no Conselho de Ética. E a oposição, abandoná-lo.

Como o PT tem mais votos que a oposição e o PMDB tende a votar com o PT abrir o processo pode ser um péssimo negócio. É mais seguro estender a mão ao PT.

Cunha abre o processo, mas perde a cabeça.

Cunha não abre o processo e se salva.

Convenhamos, é uma escolha mais fácil que a de Sofia.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247