De 10 a 19 de setembro acontece o III Fórum Nacional BrCidades

Neste ano de 2021 a Rede BrCidades realizará seu III FÓRUM NACIONAL entre 10 a 19 de setembro, com o objetivo de continuar na trajetória de articular um projeto para as cidades do Brasil



BrCidades é uma rede formada por movimentos populares e de juventude, entidades técnicas e profissionais, pesquisadoras/es, professoras/es e intelectuais envolvidas/os na construção de cidades mais justas, solidárias, economicamente dinâmicas e ambientalmente sustentáveis. Mais de 85% da população brasileira vive em áreas com algum nível de urbanização, seja em bairros rurais ou distritos, em cidades de vários tamanhos e classificações.  No entanto, nesse momento de sobreposição de crises e regressões democráticas, as políticas urbanas transformadoras – como em tantas outras áreas -- são secundarizadas, avanços legais são ignorados.

A rede BrCidades parte da aposta de que um próximo ciclo democrático exige necessariamente pensar a vida nas cidades e, ainda, pode começar pelas cidades,  desde os bairros e territórios. Nesse sentido, a rede se volta à construção de uma agenda urbana para o Brasil, reconhecendo as diversidades e especificidades nas várias Regiões do País. Para atingir esses fins, a rede BrCidades se constitui em ampla ação coletiva que se organiza em diversos estados brasileiros. 

O reconhecimento de que a cidade é uma construção coletiva, uma obra de muitas e muitas gerações, é indispensável para que seus recursos, propriedades edificadas ou não-edificadas, estejam submetidas ao cumprimento de funções sociais e de acordo com o bem  estar coletivo. Em outras palavras, deve-se reconhecer que as propriedades privadas têm limitações e estão submetidas ao controle e exercício do cumprimento da função social. Sendo construída de maneira coletiva, o cumprimento de função social das propriedades e das cidades, teremos a garantia do respeito ao direito para todas as pessoas. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Trabalhos realizados com esse escopo por uma cidade isoladamente será muito importante, mas quando construído em rede, as condições permitirão alcançar os melhores resultados articulados entre as cidades brasileiras. Será muito importante que as áreas urbanizadas do Brasil sejam observadas e tenham a atenção da opinião pública, cabendo aos poderes públicos que se ajustem, passando a cumprir efetivamente suas missões públicas de servidores públicos. Para se obter essa transformação torna-se indispensável que seja preparado um projeto coletivo que vise a integração das cidades brasileiras. A Rede BrCidades se dedica com muito afinco no projeto de integração, com elaborações conjuntas, por movimentos populares, juventude, população negra, entidades da sociedade civil, profissionais técnicos de governos, coletivos LGBTQIA+ e de gênero, bem como professores e pesquisadores das universidades e setores interessados em participar. Com esse objetivo, a Rede BrCidades já realizou dois Fóruns Nacionais, a partir dos quais foram aprovados um manifesto e  uma agenda nacional, elaborada por seus 17 núcleos estaduais, com redação participativa por pesquisadores e especialistas de 25 universidades públicas e privadas, mais de 60 movimentos sociais, 40 entidades técnicas e estudantis, profissionais de diversas áreas, tais como arquitetas/os, urbanistas, advogadas/os, assistentes sociais, engenheiras/os, geógrafas/os, medicas/os em âmbito nacional. O Br também está presente nos debates, com publicações em diversos canais da imprensa.  

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Neste ano de 2021 a Rede BrCidades realizará seu III FÓRUM NACIONAL entre 10 a 19 de setembro, com o objetivo de continuar na trajetória de articular um projeto para as cidades do Brasil, bem como as táticas de elaboração da Agenda Urbana. O III FÓRUM está sendo preparado em conjunto por movimentos populares, juventude, população negra, entidades da sociedade civil, profissionais técnicas de governo, coletivos LGBTI e de gênero, bem como professores e pesquisadores das universidades e institutos de pesquisas. Em função da Pandemia do coronavirus , a Rede BrCidades no ano de 2020 se concentrou na articulação dos movimentos “Direitos  na Pandemia” e “Despejo Zero”. Para 2021 estão sendo propostos novos avanços no processo organizativo e das ações. Por isso foram pensadas as temáticas que serão tratadas no Fórum. Alguns dos temas que serão abordados e comporão as Mesas de Debates que serão transmitidas pelo Canal do YOU TUBE do BrCidades, são:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

- Ação Política e Organização: Comunicação e Mobilização, Extensão Universitária e Assessorias Técnicas Populares, Produção e Socialização de Conteúdo, Incidência em políticas Públicas e Legislação;

-As Escalas e os Sujeitos dos Territórios: Escala Nacional, Escala Metropolitana, Pequenas e Médias Cidades, Birros, Comunidades, Vilas e Favelas; Além disso haverá muitas mesas temáticas que se encontram em etapas de organização e proposição. A programação completa do III FÓRUM BRCIDADES poderá ser levantada na página  https://www.brcidades.org/iiiforumnacionalbrcidades. No site do BrCidades pode-se conhecer o Manifesto da Rede BrCidades, a Agenda Urbana, os Núcleos, Artigos, Vídeos e outras informações de interesse.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email