Deputado do DEM espalha calúnias sobre Marielle Franco

A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) está sendo caluniada na internet. Enquanto muita gente lamenta a morte dela e tenta entender as circunstâncias do crime, outras pessoas começam a atacá-la e até, de certa forma, culpá-la pela morte

A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) está sendo caluniada na internet. Enquanto muita gente lamenta a morte dela e tenta entender as circunstâncias do crime, outras pessoas começam a atacá-la e até, de certa forma, culpá-la pela morte
A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) está sendo caluniada na internet. Enquanto muita gente lamenta a morte dela e tenta entender as circunstâncias do crime, outras pessoas começam a atacá-la e até, de certa forma, culpá-la pela morte (Foto: Eduardo Guimarães)

O deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) é coronel da reserva da Polícia Militar do Distrito Federal. Desde a execução a tiros da vereadora pelo PSOL do Rio de Janeiro Marielle Franco, Fraga vem usando as redes sociais para espalhar calúnias sobre a falecida.

Fraga inventou que a moça, que não pode mais se defender, era ligada ao tráfico de drogas e que foi morta por contrariar bandidos. Além disso, também inventou que ela era ex-mulher de um traficante conhecido.

A vereadora do Rio de Janeiro Marielle Franco (PSOL) está sendo caluniada na internet. Enquanto muita gente lamenta a morte dela e tenta entender as circunstâncias do crime, outras pessoas começam a atacá-la e até, de certa forma, culpá-la pela morte.

A mensagem, com autoria anônima, se espalhou com muita força na internet. Mas será mesmo que Marielle Franco foi esposa do traficante Marcinho VP e engravidou dele aos 16 anos? A resposta é não. Para você entender tudo, vamos aos fatos.

Para começar, a mensagem tem algumas das principais características de boatos online: é vago, alarmista, tem erros de português. Só faltou o pedido de compartilhamento para "fechar o pacote".

Eis os fatos: Marielle foi mãe aos 19 anos e não aos 16, como aponta a mensagem. Ou seja, a mensagem já começa com um erro.

O texto divulgado pelo deputado Alberto Fraga não especifica qual "Marcinho VP" (há dois traficantes famosos com esse nome) seria o ex-marido de Marielle.

Pessoas próximas à vereadora assassinada negam e explicam a farsa:

"Isso é um completo absurdo. Só pode ter sido escrito por alguém de muita má fé. Mas não tem nada a ver com os dois Marcinho VP".

Para além da negativa, motivos "matemáticos" e "geográficos" que eliminam a hipótese do "casamento".

Leia o artigo na íntegra.

 

Conheça a TV 247

Mais de Blog

blog

O Holocausto nosso de cada dia

Como é possível um país que nasceu nas cinzas do Holocausto, um genocídio cuja brutalidade e especificidade gerou uma denominação única para ele, que suspende todas as atividades no dia da sua...

Ao vivo na TV 247 Youtube 247