Desemprego é parte do projeto Temer

Cientista político Luis Felipe Miguel lembra que a taxa de desemprego de janeiro atingiu recorde histórico, segundo o IBGE; "Está em 12,6%, e os mais atingidos são as mulheres, a população negra e a juventude" destaca; "Parabéns ao governo Temer por mais essa conquista. Não, não estou sendo irônico. O aumento do desemprego comprime os salários para baixo e reduz a capacidade de resistência da classe trabalhadora. Com a 'primazia do negociado sobre o legislado', então, vai ser uma maravilha para a destruição de direitos", afirma; "Não é esse o projeto do governo? Então, parabéns, está dando certo"

Cientista político Luis Felipe Miguel lembra que a taxa de desemprego de janeiro atingiu recorde histórico, segundo o IBGE; "Está em 12,6%, e os mais atingidos são as mulheres, a população negra e a juventude" destaca; "Parabéns ao governo Temer por mais essa conquista. Não, não estou sendo irônico. O aumento do desemprego comprime os salários para baixo e reduz a capacidade de resistência da classe trabalhadora. Com a 'primazia do negociado sobre o legislado', então, vai ser uma maravilha para a destruição de direitos", afirma; "Não é esse o projeto do governo? Então, parabéns, está dando certo"
Cientista político Luis Felipe Miguel lembra que a taxa de desemprego de janeiro atingiu recorde histórico, segundo o IBGE; "Está em 12,6%, e os mais atingidos são as mulheres, a população negra e a juventude" destaca; "Parabéns ao governo Temer por mais essa conquista. Não, não estou sendo irônico. O aumento do desemprego comprime os salários para baixo e reduz a capacidade de resistência da classe trabalhadora. Com a 'primazia do negociado sobre o legislado', então, vai ser uma maravilha para a destruição de direitos", afirma; "Não é esse o projeto do governo? Então, parabéns, está dando certo" (Foto: Luis Felipe Miguel)

Desemprego de janeiro atingiu recorde histórico, segundo o IBGE. Está em 12,6%. Os mais atingidos são as mulheres, a população negra e a juventude.

Parabéns ao governo Temer por mais essa conquista. Não, não estou sendo irônico. O aumento do desemprego comprime os salários para baixo e reduz a capacidade de resistência da classe trabalhadora. Com a "primazia do negociado sobre o legislado", então, vai ser uma maravilha para a destruição de direitos.

Não é esse o projeto do governo? Então, parabéns, está dando certo.

Publicado em seu Facebook

Conheça a TV 247

Mais de Blog

Ao vivo na TV 247 Youtube 247