Desmascarada mais uma das mentiras da Lava-Jato contra Lula. É hora de investigar Moro e Dallagnol



Aqui vão algumas linhas de desabafo para expressar os sentimentos de alguém que pôde presenciar a execução de uma das mais sórdidas campanhas de difamação e destruição de reputação já praticada na história: a campanha para eliminar a figura de Luiz Inácio Lula da Silva da política brasileira.

A cada um que se disponha a ler este pequeno texto eu gostaria de perguntar:

Sabe por que o Brasil está padecendo um genocídio com quase 500.000 mortos por covid-19? Sabe por que o Brasil perdeu seu petróleo e suas principais empresas de engenharia? Sabe por que os trabalhadores perderam a maior parte de seus direitos que estavam na CLT? Sabe por que o número de desempregados se elevou a quase 20 milhões de trabalhadores? Sabe por que hoje a presidência da nação é exercida por um monstro miliciano?

A resposta para todas essas perguntas é uma só: *A ação combinada da quadrilha da Lava-Jato de Sérgio Moro e Deltan Dallagnol com a máfia dos meios de comunicação (Globo, SBT, Record, Band, Jovem Pan, Veja, Estadão, FSP, etc.) e os órgãos de espionagem dos Estados Unidos.*

Para eliminar Lula e o PT do jogo político e abrir caminho para Bolsonaro, eles deslancharam uma monstruosa campanha de difamação como nunca antes vista. Porém, como todas essas mentiras estão sendo totalmente desmascaradas, até os juízes lavajatistas estão sendo obrigados a reconhecer as falsidades praticadas.

Hoje, foi o dia de passar a limpo aquela mentira espalhada e martelada aos milhões, aquela que dizia que Lula não dava palestra nenhuma para empresas, e que somente fazia lançamentos contábeis das mesmas para justificar o dinheiro que recebia por corrupção.

Veja só que os bandidos da Lava-Jato e os meios de comunicação a eles aliados trataram de sedimentar a ideia de que Lula não poderia estar realizando palestras remuneradas para essas empresas. Pois é, embora Lula fosse o líder político mais popular do planeta, ela não estaria apto para receber tais pagamentos por palestras ministradas. Por isso, qualquer dinheiro de palestra para Lula teria obrigatoriamente que ser dinheiro de corrupção.

Mas, esses mesmos meios de comunicação nunca levantaram nenhuma suspeita das palestras milionárias dadas por dois jumentos intelectuais como Moro e Dallagnol a uma série de empresas. Por coincidência, logicamente, a maioria dessas empresas eram beneficiárias da atuação da quadrilha Lava-Jato. Como resultado, os já polpudos salários dos próceres lavajatistas eram acrescidos de outras somas ainda mais elevadas provenientes de suas palestras.

Assim como inevitavelmente teria de ser, a verdade sobre as atividades de Lula veio à tona e a farsa montada contra suas palestras foi destruída. Agora, ficamos com a esperança de que se realize uma investigação séria e imparcial para esclarecer se havia alguma coisa de errado com as palestras que transformaram Sérgio Moro e Deltan Dallagnol em milionários.

Quem sabe a gente venha a saber o que é corrupção de verdade!

Este artigo não representa a opinião do Brasil 247 e é de responsabilidade do colunista.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247

WhatsApp Facebook Twitter Email